Jacques Kerchache – A arte Vudu – Vodun

vodun

Jacques Kerchache – Arte Vodun

O vudu não forma um conjunto coerente e indivisível.
Ele designa um grande número de sociedades originárias
do Daomé, do sudoeste do Zaire e do Oeste da Nigéria,
cujas liturgias permanecem vivas no Brasil e no Caraibe
(Haiti, Jamaica), devido a um importante comércio de
escravos que durou mais de dois séculos.
A prática do vudu foi reservada sempre a uma elite intelectual.
Os objetos ou feitiços só podem entrar em ação quando eles são
consagrados. Eles são o sinal plástico da afirmação divina
e a sua vida útil é função do seu uso.
O vudu tem em si uma ressonância magnética e essa magia deve
permanecer intacta. Não faz parte do nosso propósito fazer
uma recuperação exótica ou desvendar um mistério, mas de abordar
pela primeira vez o aspecto puramente estético dessa arte.

Fondation Cartier

Curtir no Facebook by Sofo Andreia Camargo.

Seguir no TWITTER

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s