Meu pai de santo fez coco no ibá do meu orixa de raiva.

oya2
Abença mãe Andreia
Sou dofona de Oya di ketu tenho 9 anos de iniciada e estou lhe escrevendo porque pude ver que a senhora é muito direta e sincera nas suas respostas e o meu problema é muito grave, frequentava uma casa de candomblé e meu pai de santo é muito explosivo, qualquer coisa ele explode,tem um ano que sai da casa porque ele numa loucura
de ataque estérico discutiu comigo e na discusão ele falou que quem fez meu santo foi ele e se ele fez ele podia desfazer e perguntou se eu duvidava eu disse que não duvidava mas mesmo assim ele para aparecer pras pessoas que estavam no barracão na cervejada ele entrou no ronco bebado e fez coco no iba de minha santa, depois ele disse
agora pode pegar seu santo e ir para outra casa, quando entrei no ronco eu vi o iba todo sujo, sai da casa chorando larguei tudo pra la. Porque existe tanta maldade no nosso meio? Fofocas um querendo mostrar que é mais que o outro numa guerra sem fim, eu cansei e enquanto não encontrar alguém equilibrado sem disturbios mentais eu não volto para o candomblé, estou afastada tem um ano, meu pai ja mi chamou para voltar para casa mi pediu desculpas disse que estava bebado, mas eu não perdoei porque ele desrespeitou minha santa. Queria que a senhora mi desse um conselho e me dissesse onde foi que eu errei como filha porque o erro podi ser meu. Estou tão desiludida e ferida por tudo isso.
Obrigada de antemão.

sofo
Sacerdotisa Andreia Camargo
Meu pai que lhe abençõe dofona e obrigada pelos elogios. Minha filha estou boquiaberta com seu email, mas ainda surpresa que você conviveu com tudo isso por oito anos, visto que tem um ano que saiu da roça de seu sacerdote, me vem da pensar que você compactuava com toda essa euforia, algazarra, mas quando virou para o teu lado, ele não servia mais para você. Não acredito que ele era um anjo durante oito anos e somente agora ele decidiu virar o demônio. Bem minha cara é um pouco contraditório uma pessoa conviver por oito anos com seu algoz ao menos que esteja sendo ameaçada e acorrentada. Por tanto não sou convicta que tu és a vítima, talvez a cúmplice que foi destratada pelo o algoz, sendo assim você decidiu se passar pela frágil e doce moça que viveu oito anos ao lado de seu sacerdote em pleno equilíbrio e somente agora o homem mal acordou de mau humor e fez essas barbaridades que você relata no seu email. Será verdade? Quem em sua sã conciência faria isso mesmo abarrotado de cervejas? Quem realmente é o desequilibrado nessa historia, caso for verdadeira, ele que segundo você defecou no ibá do seu orisa ou você que viveu por oito longos anos ao lado do seu monstruoso sacerdote? Aonde vamos parar, dou-me o direito de duvidar de suas palavras pois esse email me passa uma falsa realidade dos fatos. No final você se mostra uma engênua e boa donzela que está ofendida com a religião e desabafa que é uma religião de fofoqueiros e marmoteiros,  faz-me o favor minha filha essas coisas existem em qualquer religião, sabe por que? Onde tem seres humanos, tem tudo que não presta e o que presta também, depende de quem você frequenta.
O Rei Dan é vivo
Dangbe Gbenoi

vanni.camargo@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s